O melhor de Paris: as artes

Musée du Luxembourg, Paris. Foto: Amanda Corrêa.

Musée du Luxembourg, Paris. Foto: Amanda Corrêa.

Olá pessoal! Vou começar uma série de posts sobre Paris. Acabei de voltar de lá e o que mais me encantou foram as obras de arte. Eu sempre tive o sonho de conhecer a cidade, mas quando você cria expectativa demais acaba não superando. Explico: quando algo se torna palpável, você percebe que nem tudo são flores. A cidade é imensa, muitas obras em andamento e os parisienses não são gentis de modo geral. Como estou morando em Portugal e as pessoas são muito educadas e simpáticas, quando você se depara com um francês não muito amigável, a situação complica.

Então se você está planejando visitar Paris, prepare-se para a arrogância dos parisienses. Já os pontos turísticos são lindos! O que eu mais gostei foi o Jardim e o Museu de Luxemburgo. Tivemos uma surpresa incrível ao chegar no Museu de Luxemburgo em domingo chuvoso e poder ver de muito perto obras de Monet, Renoir, Manet e Cézanne. Como eu e meu marido gostamos mais de obras impressionistas, gostamos mais deste do que o Museu do Louvre.

ml-affiche-40x60

A exposição intitulada Paul Durand-Ruel – Le pari de l’impressionisme começou no dia 09 de outubro e segue até 08 de fevereiro de 2015. Ao todo são oitenta obras-primas do impressionismo em homenagem a Paul Durand-Ruel, organizada pela Réunion des Musées Nationaux – Grand Palais, em colaboração com o Musée d’ Orsay, a National Gallery e o Museu de Arte de Filadélfia.

Paul Durand-Ruel (1831-1922) foi o grande entusiasta e propulsor da carreira dos artistas impressionistas. Decidido a seguir a profissão de seu pai, em meados de 1860 Paul assume a galeria da família. É na Rue Lafitte, coração do mercado da arte parisiense, Paul então escolhe continuar suas atividades como marchand d’art. Foi graças a ele que as obras de  Monet, Renoir, Manet, Delacroix, Millet receberam o merecido reconhecimento. Somando as coleções do Musée D’Orsay, de Londres e da Filadélfia, 200 delas passaram pelas mãos de Paul Durand-Ruel. Essa exposição é uma oportunidade única de apreciar estas obras em um único local e de entrar em contato com os principais quadros do impressionismo no mundo. Pura cultura e beleza para os olhos!

The Artist’s Garden in Argenteuil by Claude Monet. Foto: Amanda Corrêa

Le jardin de l’artiste à Argenteuil, Claude MONET. Foto: Amanda Corrêa

Les Filles de Paul Durand- Ruel, Marie Thérèse et Jeanne, Pierre Auguste Renoir. Foto: Amanda Corrêa.

Les Filles de Paul Durand- Ruel, Marie Thérèse et Jeanne, Pierre Auguste RENOIR. Foto: Amanda Corrêa.

Portrait de Mademoiselle Legrand, Pierre Auguste RENOIR.  Foto: Amanda Corrêa.

Portrait de Mademoiselle Legrand, Pierre Auguste RENOIR. Foto: Amanda Corrêa.

La Fin du Dejeuner, Pierre-Auguste RENOIR. Foto: Amanda Corrêa.

La Fin du Dejeuner, Pierre-Auguste RENOIR. Foto: Amanda Corrêa.

Femme jouant de la guitare, Pierre-Auguste RENOIR. Foto: Amanda Corrêa.

Femme jouant de la guitare, Pierre-Auguste RENOIR. Foto: Amanda Corrêa.

Jardin du Luxembourg. Foto: Amanda Corrêa.

Jardin du Luxembourg. Foto: Amanda Corrêa.

Serviço:

Onde: Musée du Luxembourg.

Endereço: 19, Rue de Vaugirard. Paris, França.

Metrô: Saint-Suplice / Linha 4.

Quando: de 09/10/2014 até 08/02/2015

Horários: Segundas e Sextas das 10h às 22h, Terças, Quartas e Quintas das 10h às 19h e Sábados e domingos das 9h às 20h.

Ingressos: €12.

Informações: http://museeduluxembourg.fr

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s