10 pontos positivos e 10 negativos de morar na Europa

Metrô do Porto, em Portugal, sem catraca. Foto: Amanda Corrêa.

Metrô do Porto, em Portugal, sem catraca. Foto: Amanda Corrêa.

Olá pessoal! Como vocês estão? Que a melhor coisa do mundo é viajar, todo mundo já sabe. Agora, mudar de país pode ser melhor ainda. A experiência de viver uma nova cultura, ter novos hábitos, experimentar novos sabores te faz crescer, abrir a cabeça e pensar diferente. Eu sempre fui muito ansiosa e ao vir morar em Portugal, tenho conseguido mudar e muito. Aqui há muitos idosos, muita gente falante, que te acolhe e te faz sentir em casa.

Em Portugal o tempo anda mais devagar, não há pressa, nem correria. Parece que toda aquela pressão que eu sentia nos ombros no Brasil, aqui não sinto mais. É claro que não existe lugar perfeito, todo país terá suas particularidades, defeitos e qualidades (vai do gosto de cada um). Porém, sair da caixa, ver o mundo de cima, ver que você não é tão importante e essencial como você achava que era, te faz amadurecer.

Hoje vou enumerar alguns pontos positivos e negativos de morar na Europa.  Não é possível generalizar todos os países do continente europeu, afinal são 50. Mas vou falar sobre os que já visitei e sobre a ótica de Portugal. Muitas pessoas tem me perguntado como é a vida por aqui e estão criando coragem para vir também. Então vamos à lista:

*Pontos positivos:

1) Segurança

Você já imaginou caixas eletrônicos na rua? Bancos sem portas giratórias e sem vigia armado? Poder andar com o celular na mão, as crianças poderem brincar na rua a qualquer hora do dia? Pois aqui você tem tudo isso. Não existe a presença ostensiva da polícia e mesmo assim é muito seguro.

2) Cidadania

No Brasil há muita gente de bem, gente educada. Mas todo dia vemos alguma barbaridade que um “ser humano” faz, que não conseguimos acreditar. Não que aqui não haja, mas um morador fiscaliza o outro. As pessoas tem mais consciência de coletividade e cidadania. Há locais para reciclagem do lixo há cada esquina. Um motorista de ônibus te avisa o ponto que você quer descer. As pessoas te ajudam, te respeitam. Os motoristas param na faixa de pedestres. Uma vida vale muito.

3) Transporte público integrado e eficiente

Mobilidade urbana e transporte público integrado (ônibus + metrô + trem que se encontram e te levam para o hospital, aeroporto, estádio de futebol, etc). Trânsito mais humano, onde o pedestre tem sempre prioridade. Os ônibus podem andar na contramão, para fazerem rotas mais curtas. O táxi também é entendido como transporte público e pode andar nas faixas exclusivas para ônibus. Há ciclovias e você ainda pode levar sua bicicleta no metrô. O transporte é pontual e muitos ônibus, trens e metrôs são equipados com sistema de som que permite deficiente auditivos possam utilizá-lo, sem dificuldade. Nota-se um número maior de deficientes nas ruas, isso porque eles estão inseridos, tem prioridade e há acesso.

4) Cultura

Há museus e obras de artes nos quatro cantos da Europa. Na minha cidade, por exemplo, há música clássica nas praças. As crianças já crescem sabendo valorizar arte e música. Os museus abrem ao público com dias gratuitos e há sempre movimentação artística na cidade.

5) Estradas

As estradas e rodovias são seguras e bem planejadas. O carro não é jogado para fora da curva. Há opções de estradas com e sem pedágio. Quem escolhe é o motorista.

6) Educação

As crianças crescem em um ambiente cheio de cultura, história, educação e segurança. Podem voltar pra casa à pé, tranquilas. Elas te pedem com licença para sentar ao seu lado no metrô e um adulto pede com licença para desligar o telefone. É realmente de impressionar.

7) Alimentação

Mesmo Portugal não estando na onda fitness, como o Brasil, os alimentos na Europa são mais saudáveis. Não há tanto sódio na comida e até os produtos mais baratos têm qualidade. 

8) Clima

Eu amo inverno, então realmente me achei. Como o clima é mais ameno durante quase todo ano, existem menos pragas e doenças (leia-se: pulga, carrapato, mosquito, dengue). Os cachorros não precisam de tantas vacinas, pois a maioria das doenças estão controladas.

9) Saúde pública

O sentido de público dos portugueses não é o nosso. Aqui em Portugal qualquer pessoa é atendida nos hospitais. Mas sempre há uma taxa dos serviços, valores pequenos, mas que fazem a coisa andar e funcionar.

10) Preços mais justos

Os produtos e serviços são de modo geral mais baratos que no Brasil. As empresas pagam apenas 23% de imposto (o chamado IVA aqui em Portugal). No Brasil você é sobretaxado em tudo, o que aumenta os custos de produtos e serviços para empresas e consumidores.

*Pontos negativos:

1) Saudade

O primeiro ponto, é claro, é a saudade das pessoas que ficaram. Ela dói um pouquinho menos a cada dia, mas ela nunca vai embora.

2) Cigarro

Todo mundo fuma por aqui. Inclusive em cafés, restaurantes e shoppings. Há lugares específicos, mas como quase todo mundo fuma, eles não se importam com cheiro. Até nas escadas dos prédios eles não se intimidam. É realmente assustador. E aqui em Portugal e nos outros países que visitei, não vi nenhuma campanha de conscientização em relação ao fumo. 

3) Saúde bucal

A pasta de dente é cara e há muitas pessoas banguelas aqui em Portugal. Feio de ver.

4) Idosos

Os idosos não são prioritários por aqui. Como a população é bastante velha, eles não tem prioridades em bancos e atendimentos em geral. Certa vez, tentamos ajudar uma idosa na fila e deixá-la passar na nossa frente e ela disse: “Meus queridos, nós temos todo tempo do mundo, já pensou se todos os idosos, que não são poucos, quiserem passar na frente? Vai atrasar quem está na idade de trabalhar”. Dá uma peninha.

5) Fuso horário

Você leva um tempo para se acostumar com o fuso horário. E fica pensando o tempo todo que horas são no Brasil. Dá uma nóia na cabeça.

6) Dificuldade em fazer amigos

É, você precisa começar do zero. Construir novas amizades, criar vínculos, contar toda sua vida, suas crenças e opiniões. Os seus amigos no Brasil já sabem tudo sobre você. É um recomeço e uma construção diária de novos laços.

7) Língua

Você muitas vezes não entende o contexto. Mesmo sabendo a língua, há palavras e expressões diferentes. Não conhecemos a política recente, nem a história do país, sabemos apenas superficialmente, pelo que vemos na TV. Então, muitas vezes ficamos de fora de certas conversas e discussões.

8) Pessoas

Aqui na Europa as pessoas são mais frias e fechadas de modo geral. Não é todo mundo caloroso quanto nós brasileiros. Nós conhecemos e já queremos tocar, abraçar. E muitas vezes eles estranham. Mas fique tranquilo, que brasileiro tem imã e acaba se encontrando.

9) Pontualidade

Isso é um ponto positivo e negativo, porque nós brasileiros não estamos acostumados… Queremos sempre sair na última hora e acabamos esquecendo que aqui o lançamento de um livro, por exemplo, realmente começa às 20 horas em ponto. É incrível. Se um trem sai às 10:34, não  adianta chegar às 10:35, porque ele já saiu.

10) Ser estrangeiro

Você pode morar anos fora, mas sempre vai ser estrangeiro. Por melhor que você fale a língua e tudo mais, você nasceu no Brasil e sempre será brasileiro. Isso pode te causar alegrias, é claro. Mas também pode te causar constrangimentos e preconceitos. A fama da mulher brasileira, principalmente, já foi abalada há muito tempo. Então, sempre temos que provar quem realmente somos.

Bike e Metrô andam juntos (Porto, Portugal). Foto: Amanda Corrêa.

Bike e Metrô andam juntos (Porto, Portugal). Foto: Amanda Corrêa.

Na compra de bilhetes e tickets, não há vendedor. Foto: Amanda Corrêa.

Na compra de bilhetes e tickets, não há vendedor. Foto: Amanda Corrêa.

Metrô do Porto: limpeza e pontualidade. Foto: Amanda Corrêa.

Metrô do Porto: limpeza e pontualidade. Foto: Amanda Corrêa.

Anúncios

6 comentários sobre “10 pontos positivos e 10 negativos de morar na Europa

  1. Oi Amanda!
    Muito obrigada pelas postagens! Tu não tens ideia da paz de espírito que me deu ler esse teu depoimento sobre as vantagens de morar em Portugal. Ano que vem irei morar aí, já com dupla cidadania, e quanto mais real se torna a mudança mais estressada em deixar tudo pra trás eu fico.
    Sou médica aqui no Brasil e irei abrir um negócio aí com minha irmã, ainda não sabemos exatamente o quê, só temos o capital inicial e muita vontade de recomeçar. Ela está indo mês que vem pesquisar mercado e opções de negócios. A única coisa que sei é que deixarei a medicina como plano B, vou revalidar meu diploma só como uma garantia profissional caso nada mais dê certo. Cada pessoa que falo que vou trocar de profissão fica chocado, como assim médico que larga a profissão depois de 15 anos sem nem saber bem o que vai fazer? Já ouvi de várias pessoas que qualquer coisa que eu faça aí eu estaria me “rebaixando” profissionalmente… Mas eu estou decidida, se não fizer mudanças na minha vida agora aos 40, quando farei, aos 50, 60 anos? Cada vez ficaria mais difícil.
    A angústia de saber que vou largar uma carreira bem sucedida e uma boa renda mensal para recomeçar do zero, sem garantia nenhuma além da qualidade de vida melhor, só é aliviada por leituras como a do teu blog. Nessas horas vejo que estou sim tomando a decisão certa.
    Novamente muito obrigada por compartilhar tuas experiências. E desculpa o desabafo!
    Beijo!

    Curtir

  2. “Mas fique tranquilo, que brasileiro tem imã e acaba se encontrando.”
    Nessa eu ri muito! Isso é verdade. Os Brasileiros sempre são os mais estabanados e alegres da cidade, incrível! hahhaha

    Curtir

  3. Oi Amanda, obrigada pelas dicas… eu e mau marido vamos passar 74 dias Portugal e vamos ficar para uma estadia experimental em Braga. Se tudo for positivo pretendemos nos mudar. Completei o processo de cidadania e já estou com o Passaporte e o Cartão do Cidadão. Gostaria de saber como tirar o visto permanente para o meu marido por reagrupamento familiar e se preciso levar algum documento daqui do Brasil. Estamos muito animados com essa mudança. Um grande abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s